PROMOÇÃO

PASSAPORTE
INDIVIDUAL

consulte-nos


LIGUE JÁ

c/ Eduardo
11 5842-4000
11
94018-6628



 

 

 

 

A HISTÓRIA DO BALONISMO

O balonismo existe há mais de 2 mil anos. Sabe-se, no entanto, que a primeira demonstração de um objeto voador foi feita pelo brasileiro Padre Bartholomeu de Gusmão, que em 1709 com apenas 23 anos, demonstrou ao Rei João V de Portugal um balão que subiu cerca de 4 metros mas se incendiou.

O excesso de otimismo com que o artefato foi apresentado infelizmente levou Padre Batholomeu ao descrédito e, somente em 4 de junho de 1783 ocorreu o verdadeiro nascimento das atividades aéreas com o vôo do balão dos irmãos franceses, Joseph e Etienne Montgolfier, que chegou a atingir cerca de 2.000m de altura. Neste mesmo ano também se realizou o primeiro vôo tripulado e o lançamento do balão de gás (hidrogênio). A partir daí, por mais de um século o balonismo evoluiu como a única atividade aérea, trazendo em seu desenvolvimento lógico também os dirigíveis.

Há registro de que o primeiro vôo de balão no Brasil teria sido feito por dois americanos, J. e E. Allen em 1867.

Alguns brasileiros se sobressaíram no desenvolvimento do Balonismo, como Júlio César Ribeiro de Souza em 1881 com a patente de um balão dirigível (o “Victória”), Augusto Severo de Albuquerque Maranhão em 1893 com o “Bartholomeu de Gusmão” e finalmente, Alberto Santos Dumont com sua série de dirigíveis que acabaram resultando no vôo do mais pesado que o ar.

As atividades aerodesportivas começaram com a corrida “Gordon Bennet” de balões de hidrogênio em Paris, no dia 30 de setembro de 1906. Santos Dumont participou com mais quinze competidores, mas infelizmente abandonou a prova por problemas técnicos.

Do ponto de vista esportivo, apenas a renovação do balão de ar quente trouxe um desenvolvimento real, tendo o primeiro campeonato de balonismo ocorrido em 1963 e o primeiro campeonato mundial em 1973. A partir daí o crescimento do balonismo foi geométrico. O Brasil, que fora pioneiro com Bartholomeu de Gusmão, teve seu renascimento com Victorio Truffi. Realizando um sonho de criança e com ajuda do amigo Bob Rechs, Truffi construiu um balão e voou em Araraquara, SP, no dia 25 de outubro de 1970. Este foi o primeiro vôo na América do Sul de um balão de ar quente moderno.

Em julho de 1986, com a realização do Primeiro Encontro Brasileiro de Balonismo em Casa Branca, SP, iniciou-se a organização da atividade no país, levando à fundação da Associação Brasileira de Balonismo em dezembro do mesmo ano. Atualmente existem cerca de 60 balonistas no Brasil, a maioria deles em São Paulo.

 

Equipe Playmobil 2015. todos os direitos reservados